Buscar
  • Henrique Alen Puppi

Como começar a fotografar paisagens noturnas



Fotografar paisagens à noite é uma ótima maneira de expandir seu conjunto de habilidades e criar imagens exclusivas, o anoitecer tem seu próprio conjunto de desafios, mas pode ser uma maneira muito gratificante de capturar a paisagem.

Nos época do filme, fotografar à noite era extremamente desafiador. Suas opções eram limitadas a longas exposições de trilhas de estrelas ou a utilização de equipamentos caros de astronomia para permitir que sua câmera se mova e rastreie as nuvens . Hoje, as câmeras digitais DSLR mais recentes tornam mais fácil do que nunca fotografar cenas noturnas.


Luz


FOTOGRAFIA : HENRIQUE PUPPI


A Luz é sempre um dos elementos mais importantes de qualquer fotografia, e fotografar à noite não é exceção. A maneira mais fácil de iluminar uma paisagem noturna é usar uma fonte de luz natural, como a lua. Qualquer fotógrafo de paisagem sabe que os melhores momentos para fotografar são no início da manhã e no final da tarde, quando o sol está mais próximo do horizonte é a luz mais rica em termos de iluminação natural.

À noite, não há sol, mas os princípios permanecem os mesmos. Fotografar a lua cheia quando estiver no alto do céu iluminará a cena de modo semelhante ao disparo no meio da tarde durante o dia.

FOTOGRAFIA : HENRIQUE PUPPI


A próxima opção para acender uma cena é a luz artificial. Usando um estroboscópio ou farol pode adicionar a luz seletivamente para determinados assuntos. Ao usar luz artificial, tente não iluminar o objeto diretamente atrás da câmera. Isso criará uma luz plana e desinteressante que não embelezará o assunto. Em vez disso, tente iluminar a paisagem de um ângulo. Isso cria sombras e dará mais profundidade à paisagem.



Você quer ter uma longa exposição para mostrar listras mais longas. Os tempos de exposição podem variar de alguns minutos a vários segundos, dependendo da distância focal, da luz disponível e do comprimento desejado na trilha da nuvem. A maneira mais simples de fotografar as trilhas das nuvens coloque sua câmera no modo Bulb e apenas abra o obturador por alguns minutos. Como o objetivo é tornar a exposição mais longa, você pode usar um ISO menor e obter uma imagem geral mais limpa.


FOTOGRAFIA : HENRIQUE PUPPI


Composição



FOTOGRAFIA : HENRIQUE PUPPI



Fotografar o céu noturno é excitante, mas não faça apenas uma foto de estrelas. Encontre um assunto interessante na terra para criar uma composição com o céu. Costumo tentar compor objetos (montanhas, torres, árvores,prédios etc.) que se estendem acima do horizonte para mostrar uma interação entre a terra e o céu. Lembre-se que você está formando a sua composição que, na maior parte do tempo, estará fotografando com número de diafragma na casa dos f 22 , f 18, f 32 de modo que sua profundidade de campo será superficial.



Outros desafios a considerar


Focar adequadamente é sempre uma das coisas mais difíceis de fazer quando se fotografa paisagens noturnas. Na maioria das vezes, você vai desejar que sua lente seja focada no infinito. Na maioria das lentes, o foco infinito é de 30m e além.

Meu método preferido é encontrar uma fonte de luz que eu possa confortavelmente assumir que está mais longe que 30m. Então, eu uso o foco automático e pow pow .


FOTOGRAFIA : HENRIQUE PUPPI

A lua, carros que passam, luzes da cidade distantes ou um farol são todos brilhantes o suficiente para que o foco automático funcione corretamente. Enquanto essas fontes de luz estiverem a mais de 30m, sei que minha lente estará focada no infinito.




Uma vez focado, desligue a focagem automática tomando cuidado para não tocar no anel de focagem e recomponha a imagem, sabendo que a aderência será nítida.

Além disso, desligue seus recursos de IS / VR na sua lente. Essas funções de estabilização podem causar movimento enquanto você está no seu tripé, borrando suas imagens.

Considere a poluição luminosa. Se você está tentando fotografar paisagens noturnas perto de uma cidade grande, você perceberá que a poluição luminosa causará lançamentos de cores incomuns e diminuirá o número de estrelas que você verá. É melhor fotografar em áreas remotas, longe das luzes da cidade.



FOTOGRAFIA : HENRIQUE PUPPI



Acima de tudo, lembre-se de sair e se divertir experimentando a fotografia noturna. É um processo de aprendizado que leva algum tempo para se acostumar.


A privação do sono é um pequeno preço a pagar pela sensação de realmente cravar uma paisagem noturna!



Espero que você tenha gostado, compartilhe com seus amigos e Vamos Juntos !!

AUTOR : HENRIQUE PUPPI





HENRIQUE PUPPI Me tornar um fotógrafo de moda parecia ser um sonho distante. Folheando revistas de moda e observando como eram feitas todas as composições, estéticas e as histórias que elas transmitiam. Fotógrafo profissional há 3 anos. É empreendedor e apaixonado pelo que faz. E está sempre em busca de despertar a sua paixão pela fotografia em outras pessoas e aprender com outros apaixonados!
9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo